MELHORAR A TUA PERFORMANCE DE CORRIDA

Na RUNTREINO avaliamos todos os parâmetros que influenciam a tua corrida: VO2 máx, Lactato, Índice de massa corporal e Biomecânica. Com os registos de avaliação somos capazes de planear contigo a estratégia de evolução e correcção. Na avaliação de Biomecânica tridimensional a laser vamos avaliar o comprimento da passada, a distância entre duas colocações sucessivas, os angulos de voo e ataque ao solo entre outros. Os corredores com comprimentos de passada mais curtos e taxas de passos mais altos tendem a ter forças de impacto mais baixas que, por sua vez, podem ajudar a prevenir lesões. A velocidade de corrida é uma função do comprimento da passada e da velocidade do passo, mas não existe um valor tabelado de como os corredores aumentam ou diminuem a velocidade. Na corrida a estratégia geral muda à medida que avançamos de uma velocidade lenta para uma velocidade média em comparação com a velocidade média para um sprint. Métricas de eficiência são um indicador do desempenho em execução. Menor tempo de contato, maior tempo de voo e maior taxa de passos são três variáveis ligadas à maior eficiência de corrida. Podemos avaliar a qualidade da mecânica de passada, quantificar o impacto do treino, avaliar o impacto do ritmo na eficiência da passada e torna-la mais economica com o planeamento dos treinos. Com o tempo e avaliação sucessiva conseguimos alternar por exemplo o numero de passadas p.e: 90 passadas / min (180 passos / min) e a cadência ótima para corrida de longa distância. Há alguma variação individual otima para cada pessoa que não pode nem deve ser generalizada com planos de treinos subjectivos e sem base de análise precisa.

Exemplo de um parametro analisado: O tempo de voo e o tempo de contacto relacionam-se com a economia de corrida e índice de voo. Corredores mais eficientes tendem a ter uma maior taxa de vôo. Na corrida comparamos relação de voo com uma variedade de terrenos, em diferentes ritmos. A proporção de voo muda com a fadiga. O que procurar com o tempo? Ao treinar, iremos planear o tempo de permanência no solo. Corredores experientes tendem a ter menor tempo de contato com o solo. À medida que a velocidade aumenta, o tempo de contato diminui. Os corretores têm tempos de contato entre 115 ms a 150 ms já corredores de longa distância tendem a variar entre 170ms a aproximadamente 400ms. Este é apenas um dos pormenores que pode ser analisado e avaliado.

Partilhe este artigo nas redes sociais:
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp

outros Artigos de interesse

Eventos

CALENDÁRIO 2018 DA ATRP

Quais são os teus objectivos para 2018? Estás preparado? Vem connosco… nós vamos contigo até à meta! A Associação de Trail Running de Portugal já

Ler mais >
Eventos

ESTER ALVES, CONTIGO NA META…

Ester Alves é a nova treinadora RunTreino. Onde estás? Onde queres chegar? Qual o teu objetivo? Nós acompanhamos-te na preparação… Nós vamos contigo até à

Ler mais >
Desporto

ECONOMIA DE CORRIDA E VELOCIDADE

Actualmente a RUNTREINO procura conjugar todos amplos conhecimentos e fornecer respostas integradas de Treino e Adaptação à corrida. Não basta termos metas, temos de trabalhar

Ler mais >
+ Saúde

Melhorar o Rendimento

A organização do Campeonato do Mundo de 2018 Penyagolosa Trails HG e a Universitat Jaume sublinham a importância de realizar a espirometria e determinar parâmetros

Ler mais >